Notícias Jogos
Copa do Mundo

Quem é Bono, goleiro do Marrocos que pegou pênaltis na Copa do Mundo 2022

11:34 BRT 14/12/2022
Yassine Bounou Morocco Spain
O arqueiro, que joga no Sevilla, ajudou a seleção marroquina a eliminar a Espanha nas oitavas de final do Mundial do Qatar

O mata-mata da Copa do Mundo de 2022 é conhecido por fabricar os seus heróis e vilões nas sempre emocionantes disputas de pênaltis. Depois de Livakovic chamar para si os holofotes para salvar a Croácia, contra o Japão, na marca da cal, no duelo entre Marrocos e Espanha o arqueiro marroquino Yassine Bono defendeu duas cobranças e conduziu a sua seleção a uma histórica classificação às quartas de final.

Bono é um velho conhecido do torcedor espanhol, é bom destacar. O jogador de 31 anos nasceu no Canadá e, apesar das origens marroquinas, construiu praticamente toda a sua história na Espanha: depois de uma rápida estadia no WAC, do Marrocos, Yassine foi contratado pelo Atlético de Madrid em 2012.

Jogou na base colchonera, chegou a integrar, como reserva, o elenco campeão espanhol em 2013/14, e foi emprestado a diferentes clubes espanhóis: defendeu as metas de Zaragoza e depois foi contratado pelo Girona, clube que representou até 2019, quando foi contratado pelo Sevilla.

Bono é titular da equipe da Andaluzia desde então. Contratado por apenas 4 milhões de euros, Yassine Bono já marcou até gol pelo Sevilla. Aconteceu em 2021, pela 28ª rodada do Campeonato Espanhol de 2020/21. A equipe andaluz era derrotada apelo Valladolid até os minutos finais, mas nos acréscimos o marroquino subiu até a área e conseguiu acertar um chute que terminou no fundo das redes, evitando a derrota sevillista.

Pela seleção do Marrocos, começou a ganhar chance a partir de 2013. Entretanto, foi a partir de 2016 que passou a ser titular absoluto no gol de seu país. Em mais de 50 jogos sob as traves marroquinas, Bono ainda não marcou gols pelo seu país. Mas nem precisa: o desempenho histórico na Copa do Mundo de 2022, sacramentado pelas duas defesas – defendendo as cobranças de Sarabia e Busquets – já o colocam entre os grandes heróis de seu país.