Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Revoltada, torcida do Benfica faz campanha para Jorge Jesus voltar ao Flamengo

18:02 BRT 06/12/2021
Jorge Jesus punta alla finale
Os encarnados até criaram um abaixo assinado em forma de site para devolver o treinador ao Rubro-Negro

Enquanto alguns querem de volta, outros querem "se livrar". Essa é a situação de Jorge Jesus com as torcidas do Flamengo e do Benfica, respectivamente. Os rubro-ngeros estão se mobilizando para tê-lo de volta no comando do clube, ao mesmo tempo em que os encarnados querem ver o treinador fora do Estádio da Luz.

Desde a demissão de Renato Gaúcho, a torcida flamenguista, em grande parte, tem pedido o retorno de Jorge Jesus ao comando técnico do Rubro-Negro, algo que agrada a diretoria da Gávea. Calhando com isso, ao mesmo tempo, os torcedores do Benfica, atual clube do português, estão pedindo sua demissão.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Além dos tradicionais protestos com lenços brancos feitos em Portugal, dos cartazes pedindo a saída de Jesus e das vaias recebidas por parte da torcida, o treinador, com uma sequência de resultados e um desempenho aquém do esperado, viu os encarnados irem ainda mais longe nos protestos. Um grupo de torcedores benfiquistas criou um site, que funciona como uma espécie de abaixo assinado, para devolver o treinador ao Flamengo.

Além do site, que saiu do ar após grande repercussão que sobrecarregou os servidores,  a campanha conta também com uma página no Instagram, com o mesmo nove: devolverjesus.

No site, que reúne torcedores flamenguistas e encarnados, o internauta encontra a seguinte mensagem ao abrir a página: “Vamos devolver Jesus ao Flamengo. Ninguém está contente, e o Flamengo ainda o quer. Vamos fazer isso acontecer #Juntos". E, a cada dez cliques de usuários, a foto do treinador na interface percorre um quilômetro no caminho de Portugal até o Brasil. 

O Mister, como ficou conhecido, terá uma sequência complicada de jogos pela frente - são dois jogos contra o Porto pela Taça de Portugal e a necessidade de uma combinação de resultados por uma vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões -, mas já não conta com o apoio de quando chegou, há um ano e meio. Com contrato válido até junho de 2022, o jornal português Record, publicou que nem mesmo na diretoria há respaldo para ele, sendo que boa parte pede sua demissão.