Notícias Jogos
L. Messi

Por que Messi chamou Wout Weghorst, da Holanda, de bobo?

22:42 BRT 11/12/2022
GER ONLY Wout Weghorst Lionel Messi
Atacante holandês disse que só queria conversar com o craque e falou que o ato "não foi respeitoso"

O confronto das quartas de final da Copa do Mundo de 2022 entre Argentina e Holanda foi um dos jogos com clima mais quente desse Mundial. Lionel Messi, mais que nunca, assumiu sua versão 'pistola' e disparou contra a FIFA, a arbitragem, Louis van Gaal e ainda teve tempo de chamar o centroavante da Holanda de "bobo" ao final da partida.

Esse episódio de Messi ofendendo Wout Weghorst chamou a atenção pois não é comum do argentino entrar em conflito direto com alguém. O argentino dava uma entrevista para o TyC Sports, quando parou e ficou encarando o holandês. Depois falou "está olhando o quê, bobo? Vai para lá".

A cena aconteceu pouco tempo depois da classificação argentina e Messi criticava a arbitragem do jogo, visivelmente irritado e 'pilhado' com tudo o que envolveu o confronto dentro e fora de campo.

O jogo foi marcado por muitas provocações e embates físicos. Não à toa, este Argentina x Holanda bateu o recorde de cartões em uma partida na história das Copas do Mundo. Ao total, foram 10 cartões para argentinos e oito para holandeses, somando 18 cartões amarelos.

A versão de Weghorst

Weghorst é um centroavante 'grandalhão' da Holanda, que entrou no segundo tempo da partida para marcar dois gols e levar o duelo para a prorrogação e depois para os pênaltis.

De acordo com o europeu, ele só queria ter um contato próximo com Messi e se disse decepcionado com o astro argentino.

"Eu quis dar a mão para ele, tenho muito respeito como jogador de futebol, mas ele jogou minha mão para o lado e não quis falar comigo. Meu espanhol não é bom, mas me disse palavras desrespeitosas e isso me decepciona", declarou Weghorst após a partida.

O relato do jornalista Ricardo Rosety, da TV Gol Mundial e coletado pelo UOL mostra que o holandês queria, na verdade, uma camisa do sete vezes melhor do mundo. A barreira da linguagem dificultou tudo.

"Ele esperou Messi para pedir a camisa, mas eles não se entenderam. Ele falava em inglês, o Messi em castelhano, e ninguém entendia ninguém. Depois se encontraram de novo na área de entrevistas, ele tentou explicar-se para Messi, mas novamente não conseguiu", falou Ricardo.