Notícias Jogos
Copa do Mundo

Por que Laporte joga pela seleção da Espanha em vez da França?

14:03 BRT 06/12/2022
laporte spain
Zagueiro do Manchester City defende a Fúria desde 2021, apesar de já ter sido convocado por seu país de nascença

A Espanha conta com um zagueiro de alto nível para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. Nascido na cidade francesa de Agen, Aymeric Laporte, zagueiro do Manchester City, se tornou oficialmente um jogador da Furia, integrando o grupo espanhol convocado por Luis Enrique para o torneio mundial de seleções. Com a camisa 24, ele estreou na seleção espanhola na Euro 2020 como titular do selecionado vermelho, em um empate sem gols contra a Súecia, no Estádio Olímpico de La Cartuja.

Em entrevista ao Marca, Laporte, que atuou por muito tempo pelo Athletic Bilbao, explicou seus motivos para escolher representar a seleção da Espanha, da qual já é titular absoluto.

"É uma longa história de muito tempo atrás. Ele [Luis Enrique] me ligou e disse que estava interessado em me receber e queria saber se eu estava interessado em competir na Euro. Ele me disse que era muito viável que eu pudesse jogar pela Espanha, e fiquei encantado", afirmou o defensor.

"Me sinto muito confortável e feliz. Estou em um estágio da vida onde me encontro muito feliz e estou tirando vantagens disso. Aqui estou como uma criança vivendo seu sonho. Eu estava ansioso por isso e estou aproveitando cada minuto".

De famíia francesa, Laporte confirmou que conversou com a sua família antes de tomar a decisão final. Nascido na região basca da França, seus familiares não se opuseram à ideia.

"Como era um assunto delicado, eu discuti com a minha família, expliquei a eles a minha inteção e eles entenderam. Eles, de alguma forma, viram da forma mais clara. O que a Espanha me deu, não apenas agora e durante minha carreira, não se compara com a França", completou o "espanhol".

Laporte: cidadão francês e espanhol

Laporte possui nacionalidade espanhola, publicada no Diário Oficial da Espanha, um requisito necessário para defender a seleção. A rapidez com que o novo passaporte espanhol de Laporte só foi possível graças ao envolvimento do Conselho Superior do Esporte, através presidente José Manuel Franco.

É importante destacar que Laporte não atuou pela seleção francesa, mesmo tendo sido convocado para dois jogos dos Bleus nas Eliminatórias da Euro 2020, em 2019.

A última mudança nos regulamentos da Fifa determina que aqueles que jogaram no máximo três vezes por uma primeira seleção antes de completar 21 anos possam jogar por outra seleção, não sendo consideradas competições como a Eurocopa ou a Copa do Mundo. Além disso, a Fifa exige que a última participação com a primeira seleção tenha que ter sido há mais de três anos.

Da mesma forma, também é solicitado que o jogador pretenda representar um segundo país reúna algum dos seguintes requisitos: ter nascido no território da federação, que um dos seus pais biológicos ou um dos seus avós tenha nascido no território da federação ou ter vivido pelo menos cinco anos ininterruptos no território, um dos requisitos que Laporte cumpre.