Notícias Jogos
Sergio Ramos

Os 20 defensores mais goleadores da história do futebol

15:41 BRT 19/01/2023
Sergio Ramos celebrates, Riyadh All-Star v PSG, friendly, 19012023
Veja onde jogadores como Sergio Ramos e Roberto Carlos aparecem na lista geral de defensores artilheiros

Os jogadores de defesa têm duas principais funções em um campo de futebol: evitar gols e ajudar, com a bola nos pés, na transição para o ataque. Marcar gols geralmente é tido como obrigação maior de atacantes, meias e até pontas. Mas é evidente que isso não proíbe que alguns defensores consigam entrar na história como grandes artilheiros.

Abaixo nós listamos 20 “rebeldes” que entraram na história do futebol como jogadores de defesa com mais gols marcados em todos os tempos - levando em conta números por clubes e seleções. Vale destacar que, apesar de considerarmos jogadores de defesa como zagueiros ou laterais, alguns dos nomes retratados aqui também acumularam seus tentos jogando em outras posições: é o caso do espanhol Fernando Hierro, que no início de sua carreira jogava como volante e desde cedo demonstrava uma rara vocação goleadora.

Portanto, estamos considerando a posição na qual estes jogadores se imortalizaram. Confira os números gerais de suas respectivas carreiras.

*Atualizado em 19 de janeiro de 2023 às 15h40 (de Brasília)


GARY LLOYD (GALES): 90 GOLS


Clubes: Llanelli e Barry Town.


DICK SCHNEIDER (HOLANDA): 92


Clubes: Go Ahead Eagles, Feyenoord, Vitesse Amhem e FC Wegeningen.


IAN HARTE (IRLANDA): 97


Clubes: Leeds United, Levante, Carlisle United, Reading e Bournemouth.


RAFAEL ALBRECHT (ARGENTINA): 98


Clubes: Estudiantes, San Lorenzo, León e Atlas.


MANFRED KALTZ (ALEMANHA): 100


Clubes: Hamburg e FC Mullhouse.


JUAN DOMINGO ROCCHIA (ARGENTINA): 101


Clubes: Racing e Ferro.


SINISA MIHAJLOVIC (IUGOSLÁVIA): 104


Clubes: Borovo, Vojvodina, Red Star Belgrade, Roma, Sampdoria, Lazio e Inter.


EDGARDO BAUZA (ARGENTINA): 108


Clubes: Rosario Central, Atlético Junior, Independiente e Veracruz.


FRANZ BECKENBAUER (ALEMANHA): 109


Clubes: Bayern, New York Cosmos, Hamburgo.

O “Kaiser” talvez seja o maior defensor de todos os tempos no futebol. Existem algumas dúvidas em relação aos números de tentos anotados pela maior sumidade do esporte alemão: alguns creditam 120 gols, enquanto também encontramos o número de 111. No entanto, considerando os jogos oficiais disputados Beckenbauer contabiliza 109. É o bastante para coloca-lo nesta lista.


FRANK SUAZEE (FRANÇA): 110


Clubes: Sochaux, Monaco, Marseille, Atalanta, Strasbourg, Montpellier e Hibernian.


MARCUS TANAKA (JAPÃO): 111


Clubes: Sanfreece Hiroshima, Mito Hollyhock, Urawa Red Diamonds e Nagoya Grampus. 


STEVE BRUCE (INGLATERRA): 113


Clubes:  Gillingham, Norwich City, Manchester United e Birmingham.


PAUL BREITNER (ALEMANHA): 113


Clubes: Bayern Munich, Real Madrid e Eintracht.


ROBERTO CARLOS (BRASIL): 127


Clubes: Palmeiras, Inter, Real Madrid, Fenerbahce, Corinthians e Anzhi Makhachkala.

Considerado por muitos o maior lateral-esquerdo da história, Nilton Santos dizia que não tinha inveja dos milhões em dinheiro que os jogadores mais contemporâneos recebem ou receberam. O que ele queria era a liberdade de subir tanto para o ataque. Roberto Carlos fez, ao longo de sua carreira, uma justiça história em relação a Nilton.

Melhor lateral-esquerdo do futebol moderno na opinião de outros tantos, o brasileiro – também campeão do mundo, assim como Nilton – tinha na vocação ofensiva sua grande marca. Tanto, que durante um momento de sua rápida passagem pela Inter de Milão tentaram até mesmo o colocar no ataque (e quem jogava os videogames das antigas inclusive escalavam Roberto como centroavante).

A vocação ofensiva de Roberto Carlos, assim como sua precisão em cobranças de falta, ajudaram Brasil e Real Madrid a enfileirar títulos.


GRAHAM ALEXANDER (ESCÓCIA): 130


Clubes: Scunthorpe United, Luton Town, Preston North e Burnley.


SERGIO RAMOS (ESPANHA) : 133*


Clubes: Sevilla, Real Madrid e PSG.

Grande ídolo do Real Madrid, Sergio Ramos está na histórico pela liderança, títulos, gols decisivos e também pela sua veia polêmica. De qualquer forma, o ex-lateral-direito que se converteu em um dos melhores zagueiros da história quer seguir marcando seus gols agora no PSG e na Espanha.

*Inclui o gol marcado no amistoso entre PSG e Riyadh All-Star, em 19 de janeiro de 2023


LAURENT BLANC (FRANÇA): 153


Clubes: Montpellier, Napoli, Nimes, Saint-Etienne, Auxerre, Barcelona, Marseille, Inter e Manchester United.


FERNANDO HIERRO (ESPANHA): 163


Clubes: Valladolid, Real Madrid, Al Rayyan e Bolton Wanderers.


DANIEL PASSARELLA (ARGENTINA): 175


Clubes: Sarmiento, River, Fiorentina e Inter.


RONALD KOEMAN (HOLANDA): 253


Clubes: Gronigen, Ajax, PSV, Barcelona e Feyenoord.

Maior defensor artilheiro do futebol, o ex-zagueiro Ronald Koeman pode até ter deixado alguns torcedores irritados durante sua passagem como treinador do Barcelona, mas fez alguns dos gols mais importantes da história do clube.