Notícias Placares ao vivo
Brasileirão Série A

Michael representa, como ninguém, o acerto de Renato no Flamengo

18:00 BRT 15/11/2021
Michael comemora em São Paulo x Flamengo
Se o grande mérito do treinador rubro-negro é o ‘fator humano’, atacante baixinho é quem mais evoluiu e vem decidindo

O trabalho feito pelo técnico Renato Gaúcho está longe de convencer o torcedor do Flamengo, apesar de o time estar na final da Libertadores da América e de ter chances, ainda que poucas, de levantar o título brasileiro. As maiores críticas são direcionadas especialmente ao desempenho da equipe. Como não existe perfeição, evidente que Renato tem seus erros, mas se tivermos que falar sobre os seus acertos é impossível não citar o nome de Michael, o atual artilheiro da competição nacional.

O jogador com a menor estatura do elenco flamenguista (1,66m de altura) têm se agigantado, jogo após jogo, de forma regular. A mais recente atuação de destaque foi na goleada por 4 a 0 sobre o São Paulo, pela 32ª rodada da Série A. Michael deu a assistência para Bruno Henrique fazer o segundo gol do Rubro-Negro, depois estufou as redes com um golaço para anotar o terceiro e, já na etapa derradeira, mostrou oportunismo para fazer o quarto. Também teve protagonismo pelo domínio de letra, que, no primeiro tempo, irritou são-paulinos ao mesmo tempo que mostrou o tamanho de sua confiança.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Confiança. Se podemos explicar como Michael deixou de ser uma decepção, após toda a expectativa que carregou consigo ao ter sido eleito revelação do Brasileirão 2019 pelo Goiás, o ganho de confiança é uma das que mais conseguem contar a história da volta por cima do veloz atacante – que chegou a confessar ter passado por uma depressão profunda em meio aos momentos ruins que teve em 2020.

Este ganho de confiança coincide com a chegada de Renato Gaúcho à área técnica do Flamengo, em julho de 2021. O treinador, fã de Michael desde quando comandava o Grêmio, deu uma atenção toda especial ao camisa 19. O resultado é visto dentro de campo e os números não mentem.

Em 35 jogos sob o comando de Renato, Michael já marcou 16 gols – superando em grande quantidade a estatística de 10.32 gols esperados, os chamados xG, segundo dados da Opta Sports. Completamente acima da expectativa. Antes da chegada de Renato ao Flamengo, o camisa 19 somava apenas seis bolas nas redes. Se os mais diferentes relatos apontam que o principal mérito de Renato nesta sua passagem pelo Flamengo tem sido na forma de lidar com o elenco, com as relações que constrói dentro do vestiário, Michael representa como ninguém este ponto positivo.