Notícias Placares ao vivo
Brasileirão Série A

Leila Pereira no Palmeiras: até quando vai o mandato da nova presidente? Como fica relação com Crefisa?

19:08 BRT 20/11/2021
Leila Pereira Palmeiras 2021
Dona de Crefisa e FAM não teve concorrentes e foi eleita neste sábado (20)

Leila Pereira, conselheira e patrocinadora do Palmeiras, foi eleita neste sábado (20) como a nova presidente do clube paulista.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Leila era a única candidata, e recebeu 1897 dos 2141 votos. Também presidente de Crefisa e Faculdade das Américas (ambas as empresas patrocinam o Palmeiras), ela assume o clube em 15 de dezembro

Como não haviam outros candidatos, Leila só precisava conseguir a maioria dos votos para ser eleita. Além dela, Paulo Roberto Buosi, Maria Tereza Ambrósio Bellangero, Neive Conceição Bulla de Andrade e Tarso Luiz Furtado Gouveia também serão os nomes à frente do clube.

Até quando vai o mandato de Leila Pereira?

Com a recente alteração no tamanho dos mandatos dos presidentes do Palmeiras de dois para três anos, Leila Pereira fica no comando do Verdão até o final de 2024, quando uma nova eleição definirá um novo mandatário.

O atual presidente, Maurício Galiotte, foi o primeiro a permanecer no cargo por três temporadas completas, e agora deixará o cargo para Leila, que já atuava como conselheira do Palmeiras.

Como fica a relação do Palmeiras com a Crefisa e FAM?

Apesar de opiniões divergentes sobre o assunto, Crefisa e FAM seguirão como principais patrocinadores do Palmeiras, mesmo com Leila Pereira como presidente do clube. Vale lembrar que ambas as empresas pertencem à nova mandatária e seu esposo, José Roberto Lamacchia.

Questionada sobre o assunto, Leila se mostrou tranquila em relação a um possível conflito de interesses.

"Eu não vejo nenhum conflito por ser patrocinadora e presidente. Olha o código de ética da CBF, artigo 13, tópico 4. O código é claro, dizendo que não é conflito de interesses ser patrocinador e dirigente. Eles se preocupam com quem tira dinheiro; eu só coloco. Tem um documento que diz que não é conflito de interesses", reforçou a nova presidente.