Notícias Placares ao vivo
Corinthians

Ivan é o goleiro que o Corinthians precisava - mesmo tendo Cássio

20:00 BRT 31/01/2022
Ivan Corinthians assinatura 31 01 2022
O goleiro, que já ganhou até oportunidades para integrar grupo de seleção brasileira, foi anunciado pelo Timão

O Corinthians anunciou um reforço que deixou seu torcedor animado. Ivan, goleiro de 24 anos, chega com contrato até o final de 2024. Mas como é possível a torcida se animar com alguém que chega para a posição na qual está o maior arqueiro corintiano da história?

Ivan já tem bons serviços prestados à Ponte Preta, único clube profissional que havia defendido até agora. Mas é quando pensamos no potencial do jogador que é possível vislumbrar o quanto o Corinthians pode ganhar dentro de campo.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Ivan, afinal de contas, é considerado um dos goleiros mais promissores de sua geração aqui no Brasil.

Tem passagens pelas seleções de base e já recebeu até mesmo uma chance na seleção brasileira principal: aconteceu em 2019, quando foi chamado por Tite para integrar o elenco que disputou amistosos contra Colômbia e Peru; em 2020 foi novamente chamado, para as primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Não entrou em campo, mas a sua convocação foi uma forma de dar a ele a experiência de saber como é viver como jogador de seleção. Ou seja, uma demonstração de que o seu futuro pode ser interessante.

Ao longo dos anos, sua qualidade também foi refletida no interesse de alguns gigantes europeus – como Barcelona e Milan.

Agora, Ivan chega ao Corinthians em um momento no qual Cássio, protagonista em alguns dos maiores títulos na história corintiana, começa a mostrar certa oscilação aos 34 anos. Se antes era sinônimo de segurança absoluta, o guardião da meta alvinegra, ainda que também tenha mantido boas atuações, passou a apresentar falhas que tempos atrás não apresentava.

Com Ivan no Corinthians, Cássio terá uma dificuldade maior para mostrar que ainda é o titular inquestionável para a temporada alvinegra. Pode se superar e voltar a fazer diferença de forma regular, mas também pode iniciar uma passagem de bastão.

O lugar de Cássio na história do Corinthians é intocável, mas ainda que ambos, tanto ele quanto Ivan, tenham contrato até 2024, é impossível não imaginar que, em algum momento, o atleta dez anos mais jovem pode se mostrar apto para ser o herdeiro sem transição traumática para o torcedor que não deseja ver seu time tomando muitos gols.