Notícias Placares ao vivo
Campeonato Carioca

Cano consegue feito raro: ídolo vascaíno com gol no Vasco pelo Fluminense

19:01 BRT 26/02/2022
German Cano Fluminense Vasco Carioca 26 02 2022
O atacante argentino marcou contra sua ex-equipe no primeiro encontro como jogador do Tricolor

Vários são os nomes de jogadores importantes que já defenderam o Vasco e depois vestiram as cores do Fluminense. Poucos deles podem ser considerados ídolos do Cruz-maltino e menos ainda foram os goleadores que, enquanto trajados com as cores do Tricolor das Laranjeiras, conseguiram estufar as redes vascaínas. Germán Cano, logo em seu primeiro clássico, conseguiu fazer isso.

Foi do argentino o primeiro gol do Fluminense no encontro válido pela nona rodada do Campeonato Carioca, que terminou com vitória tricolor por 2 a 0. O gol de Cano veio em jogada de contra-ataque trabalhado, com finalização do atacante dentro da área (perdendo o equilíbrio mas sem deixar de colocar força e direção na bola).

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Se levantarmos a lista de maiores artilheiros da história do Vasco, seja no total ou neste século XXI, alguns nomes importantes fizeram o caminho de São Januário para as Laranjeiras.

Romário e Ademir de Menezes, respectivamente segundo e terceiro maior goleador da história cruz-maltina, estão entre os mais importantes. Contando os artilheiros cruz-maltinos neste século, Leandro Amaral, Alex Dias, Edmundo e, agora, Germán Cano são outros personagens importantes desta história.

Dentre todos estes nomes, apenas Romário, Ademir e agora Germán Cano fizeram gols contra o Vasco, pelo Fluminense, depois de terem se notabilizado como ídolos cruz-maltinos.

Em 2004, Romário converteu uma cobrança de pênalti em derrota por 2 a 1 contra o Gigante da Colina enquanto Ademir foi mais carrasco: guardou cinco gols em quatro clássicos defendendo o Fluminense.

A curiosidade é que tanto Romário quanto Ademir voltaram a defender o Vasco, após passagens pelo Fluminense.

Outra curiosidade nos faz abrir uma leve exceção para incluirmos não apenas atacantes, uma vez que Darío Conca e Nenê (hoje novamente jogador do Vasco) também representaram o Fluminense, contra os vascaínos, depois de passagens marcantes por São Januário.

E nem Conca ou Nenê, meias, conseguiram marcar gols contra o Vasco: o argentino, ídolo tricolor, teve 13 oportunidades, enquanto Nenê teve seis chances.

Ou seja, dentre os grandes goleadores, Germán Cano protagonizou um feito raro neste Fluminense x Vasco.