Notícias Placares ao vivo
Brasil

Brasil x Argentina: quem venceu mais vezes o clássico sul-americano?

14:13 BRT 16/11/2021
Messi e Neymar na final da Copa América, Argentina x Brasil, 10072021
Os rivais divergem nos números, mas o confronto é bastante equilibrado

A rivalidade entre Brasil e Argentina no futebol é grande. O clássico sul-americano, também conhecido como Superclássico das Américas, é um dos principais jogos do mundo. E este confornto, que gerou polêmica há pouco mais de dois meses, vai ganhar um novo capítulo nesta terça-feira (16), às 20h30 (de Brasília), em duelo válido pelas Eliminaórias da Copa do Mundo de 2022.

O confronto, que já tem 107 anos de história, é assunto de discórdia em relação aos números, mesmo assim, porém, é bastante equilibrado, seja qual for a contagem feita. Entre competições oficiais, amistosos, taças etc, Brasil e Argentina somam mais de 100 jogos disputados.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

O último encontrou acabou em uma polêmica e um jogo suspenso quando oficiais da Vigilância Sanitária entraram em campo na Neo Química Arena ainda no primeiro tempo. A partida acabou sendo paralisada e a Fifa ainda não tomou uma decisão sobre o que seguirá. E, sem o jogo de isa, as equipes agora vão se enfrentar pelo returno das Eliminatórias.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Veja os números do clássico sul-americano:


Brasil x Argentina: quem venceu mais vezes?


O clássico sul-americano tem algumas diferenças nos números de acordo com a fonte. A Fifa e as duas entidade nacionais discordam entre si, assim como um levantamento histórico feito pela Folha, que também tem números divergentes.

Segundo a Fifa, Brasil e Argentina se enfrentaram 108 vezes, com 42 vitórias da seleção brasileira, 26 empates e 40 triunfos dos Hermanos. O números, porém, é maior do que os considerados pela CBF e pela AFA.

Segundo a Confederação Brasileira de Futebol, as duas seleções se enfrentaram 107 vezes. Nestas, 43 vezes o Brasil venceu, 39 a vitória foi argentina, e 25 resultados foram empates.

Já a Associação de Futebol Argentina, que também considera 107 jogos, porém não os mesmos que a CBF, computou 42 vitórias argentinas, 40 brasileiras e mais 25 empates.

Além destes dados, a Folha de S. Paulo, em 2019, fez uma pesquisa histórica, atualizada pela Goal. Segundo os dados, as seleções se enfrentaram 111 vezes, nas quais o Brasil venceu 44, a Argentina 42 e 25 terminaram com o empate


Quais jogos geram discordância entre a CBF e a AFA?


Segundo a Folha de S. Paulo, são oito os jogos em que CBF e AFA não chegam em consenso em seus levantamentos, cada um considera quatro deles como válidos e o outro considera os outros quatro. Os jogos considerados pela CBF estão em negrito e os considerados pela AFA em itálico.

  • 9 de junho de 1908 - Brasil 2 x 3 Argentina (amistoso)

A AFA considera este como sendo o primeiro jogo entre os rivais, no entanto, a CBF defende que, à época, a seleção brasileira ainda não existia - segundo a confederação, só passou a existir oficialmente em 1914.

  • 8 de setembro de 1912 - Brasil 3 x 6 Argentina (amistoso)

Segundo a AFA, este é um amistoso oficial entre as equipes, mas a CBF volta a dizer que a seleção brasileira ainda não existia.

  • 22 de outubro de 1922 - Brasil 2 x 1 Argentina (Copa Roca)

A CBF considera este como um confronto por um torneio oficial, ou seja, deve ser considerado. Por outro lado, a AFA defende que não usou sua equipe principal no jogo.

  • 2 de dezembro de 1923 - Argentina 0 x 2 Brasil (Taça da Fraternidade)

Novamente, a CBF considera este um jogo por uma competição oficial, mas a AFA também alega que não tinha sua equipe principal. Segundo os argentinos, o time principal, inclusive, jogou no mesmo dia pela Copa América.

  • 7 de agosto de 1968 - Brasil 4 x 0 Argentina (amistoso)

A CBF considera este como sendo um amistoso oficial, mas a AFA diz que nenhuma das equipes era uma seleção propriamente dita, mas sim combinados regionais.

  • 11 de agosto de 1968 - Brasil 3 x 2 Argentina (amistoso)

Os argumentos são os mesmos do jogo anterior, disputado quatro dias antes.

  • 25 de setembro de 1988 - Brasil 1 x 0 Argentina (Jogos Olímpicos de Seul)

A CBF considera que as partidas das seleções olímpicas não devem entrar no levantamento, enquanto a AFA defende que sim.

  • 19 de setembro de 2002 - Argentina 3 x 0 Brasil (Jogos Olímpicos de Pequim)

Os argumentos são os mesmos do jogo anterior