Notícias Jogos
França

Cinco motivos para Benzema não ser chamado de volta pela França para a Copa do Mundo

12:02 BRT 29/11/2022
Karim Benzema 2:1 HIC
Apesar das especulações, o técnico Didier Deschamps negou que deva aproveitar a volta de Karim Benzema na equipe

Karim Benzema voltou a ser tema do noticiário francês nos últimos dias. Isto porque, o atacante do Real Madrid foi afastado do elenco por conta de uma lesão - embora não tenha sido cortado - pouco antes do início da Copa do Mundo 2022, que acontece no Qatar.

Nos últimos dias, foi especulado que o atacante estaria pronto para voltar a ser relacionado no elenco. Porém, Didier Deschamps, o técnico francês, descartou essa opção rapidamente.

"Vocês estão procurando coisas. Não é algo que passa pela minha cabeça, vocês conhecem a situação. Falei com Karim depois que ele saiu. Vocês conhecem a situação dele e o prazo para ele se recuperar. Não sei onde querem chegar com essa pergunta. Eu cuido dos 24 jogadores que estão aqui. Deixo vocês falarem, debaterem, imaginarem. Não vou comentar nada que não diz respeito ao nosso dia a dia", disse, em coletiva de imprensa, o técnico.

Abaixo, a GOAL lista alguns motivos para Karim Benzema não ser aproveitado pela França.

  • Didier Deschamps World Cup 2022

    Deschamps não correrá o risco de atrapalhar a dinâmica

    Os Blues foram os primeiros a terem conseguido vaga no mata-mata da competição. Vencendo as duas primeiras partidas da fase de grupos, os companheiros de equipe de Kylian Mbappé justificaram amplamente seu status de favoritos no torneio.

    Uma excelente dinâmica que poderá enfraquecer com a volta de Karim Benzema. Segundo informações do jornal l'Équipe, o grupo francês vive melhor desde a saída de Benzema.

    Parece que Karim Benzema não conseguiu realmente alcançar às boas graças do vestiário desde sua volta após estar afastado da seleção.

  • Equipe de France Coupe du monde 2022 Kylian Mbappé

    O ataque está a toda velocidade

    A outra razão óbvia é a de um ataque poderoso. Os quatro jogadores ofensivos escalados durante os dois primeiros jogos: Olivier Giroud, Kylian Mbappé, Ousmane Dembélé e Antoine Griezmann convenceram claramente.

    Autor de um dos gols contra a Austrália, Olivier Giroud não perdeu nada da sua capacidade de marcar gols em grandes jogos.

    Didier Deschamps, portanto, não precisa de outro centroavante. Lembrando também que o técnico francês prefere ter um grupo pequeno para poder trabalhar melhor nos treinos. Uma opção, além do ataque, poderia redistribuir os cartões e dar dores de cabeça ao técnico.

  • France 2018 World Cup win

    A França venceu sem Benzema em 2018

    A seleção da França já conquistou uma Copa do Mundo sem o atacante do Real Madrid. Em 2018, Karim Benzema foi deixado para trás por Didier Deschamps por motivos não esportivos.

    Uma ausência que, claramente, não impediu os "Blues" de conquistarem uma segunda estrela. Essa capacidade de vencer na ausência do atacante certamente foi levada em consideração pela comissão técnica.

  • Benzema France Euro 2022

    Benzema não está 100%

    Capaz de voltar ao patamar normal, Karim Benzema ainda não conseguiu encontrar sua melhor forma na temporada. Ele provavelmente não está pronto para jogar as partidas da Copa do Mundo.

    Ausente desde o início do mês, Karim Benzema tem jogado pouco nesta temporada. Ele tem apenas 12 participações em todas as competições. O camisa 9 tem apresentado vários problemas físicos nas últimas semanas.

  • Benzema Mbappe France

    Benzema ofuscaria outras estrelas

    Vencedor recente da Bola de Ouro, Karim Benzema é uma estrela do futebol. Com seu histórico impressionante, o atacante do Real Madrid pode ofuscar alguns de seus companheiros, incluindo Kylian Mbappé.

    Autor de três gols desde o início do Mundial, o atacante parisiense assumiu a responsabilidade após a saída de Karim Benzema. O jogador é o líder técnico da equipe da França.

    Olivier Giroud também pode ter dificuldades com o retorno de Benzema. Todos se lembram da famosa frase do Real Madrid para com seu companheiro de seleção. “Não confundiremos F1 com kart”, disse, comparando-se ao atacante do Milan.